últimas

Keitton Pinheiro decreta estado de alerta em Coari, em decorrência das chuvas e cheia no rio Solimões



O Prefeito de Coari, Keitton Pinheiro, decretou estado de alerta em todo o território municipal, em decorrência das fortes chuvas que atingem a microrregião do Solimões e a cheia desse rio e seus afluentes, pelo prazo de 30 dias. O ato foi publicado, nesta sexta-feira (6), no Diário Oficial dos Municípios.


De acordo com o documento, fica a Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social, autorizada a adotar as medidas necessárias, mobilizando todos os órgãos municipais, para sob sua coordenação, atuarem nas situações de anormalidade e reabilitação do cenário, inclusive com convocação de voluntários.



Além disso, deverá ser providenciado, conforme a real necessidade, o fornecimento de água potável, alimentação, produtos de higiene e higienização, bem como a aquisição e distribuição de lonas, colchonetes, sob a supervisão da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, mantendo-se rigoroso controle dos indivíduos atendido.


Em reunião realizada na quinta-feira (5), a Comissão Municipal de Enfrentamento à Cheia, seguindo determinação do prefeito, definiu os pontos de atuação das equipes, nas áreas afetadas pela subida do nível do rio, as quais, nesta sexta, já deram início ao mutirão de limpeza nas áreas alagadas, a realização da revisão do cadastro para o recebimento da ajuda humanitária, ao serviço de elevação de pontes e construção de passarelas e o trabalho de educação ambiental.



As ações, para amenizar o máximo possível o sofrimento dos moradores, serão realizadas tanto na zona urbana, quanto na área ribeirinha de Coari, que são atingidas pela cheia.


A força-tarefa na zona urbana será concentrada, neste primeiro momento, nas ruas Moisés Bezerra, Costa e Silva, Carvalho Luz, Dom Mário, Dom Canaã, Santos Simões e na Orla da Cidade. Na zona rural, o trabalho também foi intensificado, inclusive, no último final de semana, a comissão levou ajuda humanitária, com distribuição de 500 cestas de alimentos, dentre outros serviços, para os moradores do Baixo Solimões. 


A próxima calha a receber a atenção do Governo Municipal será a do Rio Copeá, que já se encontra em estado de alerta.


A Comissão Municipal de Enfrentamento à Cheia é presidida pela Secretaria Municipal de Governo e formada por representantes das secretarias de Segurança Pública e Defesa Social, Infraestrutura, Produção Rural, Meio Ambiente e Turismo, além das pastas de Saúde, Educação e Cultura, Desenvolvimento Social, Controladoria, Casa Civil e Relações Institucionais, que estão apostos com suas equipes, monitorando as áreas afetadas para minimizar os danos do fenômeno natural às famílias.

Nenhum comentário