últimas

Brena Dianná pede a instalação permanente de campanhas de conscientização sobre o trânsito


Em fevereiro deste ano, dois homens ficaram presos entre as ferragens de um caminhão, após o veículo em que estavam colidir com um poste de energia, na Avenida Amazonas, uma das principais vias do centro de Parintins. Apesar de não ter tido vítimas fatais, o acidente provocado pelo motorista que perdeu o controle do veículo por estar embriagado, ocasionou um curto-circuito na ligação elétrica, deixando o centro da cidade sem energia por horas. 


Foi com o intuito de conscientizar os condutores sobre as responsabilidades ao volante, que a vereadora Brena Dianná( UB) apresentou uma indicação à Câmara Municipal de Parintins para que a prefeitura da cidade promova o Movimento Maio Amarelo e institua uma campanha permanente de conscientização no trânsito.


O Maio Amarelo é um movimento de conscientização sobre segurança no trânsito, criado pelo Observatório Nacional de Segurança Viária. Foi criado com base em uma resolução instituída pela Organização das Nações Unidas, em maio de 2011, e sua primeira edição aconteceu no ano de 2014.  


“É necessário conscientizar os motoristas sobre as suas responsabilidades ao volante. O movimento Maio Amarelo é mais uma oportunidade de difundir informações que podem ser praticadas por meio de medidas simples e eficazes, como utilizar passarelas e faixas de pedestres, respeitar a sinalização, realizar ultrapassagens seguras, não misturar álcool e direção, proteger os mais vulneráveis no trânsito e adotar regras de direção defensiva”, disse a vereadora. 


*Drama vivido na pele*


Brena pode falar com propriedade sobre o assunto, pois sentiu na pele,  o que é sofrer com a perda de uma pessoa vítima de acidente de trânsito. “Infelizmente, meu avô morreu em decorrência de um acidente de trânsito. Até hoje não sabemos quem foi a pessoa que atravessou na frente dele e causou o acidente. E quantas pessoas já não vieram a óbito envolvidas em acidentes de trânsito? Quantas famílias já não sofreram com a perda de uma pessoa querida em acidente de trânsito? E a responsabilidade é daquela pessoa que não respeita a sinalização, não respeita a faixa de pedestres, não respeita a sua hora de passar, não tem cuidado com a sua vida e a vida dos outros.”, lembrou Brena. 


*Prefeitura inerte*


A vereadora é crítica ao fato de que, mesmo diante da importância do mês para a diminuição dos acidentes e mortes no trânsito, Brena Dianná disse que até o momento o município de Parintins ainda não lançou nenhuma agenda de atividades com ênfase para ações de educação de trânsito. “É importante que sejam disponibilizados cursos, palestras e atividades voltadas para os ciclistas, motociclistas, motoristas de caminhões, motoristas de ônibus, condutores de veículos de passeio, mas de forma permanente, que se estendam em outros períodos que se fizerem necessários”, disse.

Nenhum comentário