últimas

Prefeitura de Manicoré pagará R$ 3,8 milhões para empresa alvo de investigação do MPC

Reprodução


O prefeito de Manicoré, a 333 quilômetros de Manaus, Lúcio Flávio (PSC), contratou por R$ 3,8 milhões a empresa Plastifex Empreendimentos da Amazônia – LTDA para asfaltar as ruas da cidade. A empresa foi alvo do Ministério Público de Contas (MPC) em 2014 por celebrar contrato irregular com a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) para obras viárias.

O documento de contrato foi divulgado no Portal de Transparência da Associação Amazonense dos Municípios (AAM), desta segunda-feira, 21. 

A contratada para o serviço atua no mercado desde 2005 e tem como atividade principal as construções de alvenaria. Além disso, a Plastifex conta com um capital de R$ 2,8 milhões e tem como proprietários Aydamo Célio Silva Bizzerra Campos e Alla Sérgio Silva Bizerra Campos.

Conforme o documento, o contrato tem vigência de exatos 365 dias.

Outro lado

Procurada, a Prefeitura de Manicoré informou que várias ruas, deixadas com buracos e poços de lama pela gestão anterior do município serão contempladas com reparos. Além disso, a resolução do problema das ruas intrafegáveis era um clamor popular.

Sobre o fato da Plastifex ter sido citada em um processo de investigação do MPC, a prefeitura respondeu que até o momento o município não tem nenhuma documentação que impeça a empresa de participar da licitação e o processo licitatório ocorreu dentro dos ditames legais, onde a empresa vencedora além de apresentar todas as documentações necessárias, foi a proposta mais vantajosa.

“O trabalho será realizado e em muito beneficiará nossa população, enfim da parte do Governo, todos os ato serão publicados no portal da transparência do Município”, afirmou Dr Rafael, advogado da prefeitura de Manicoré.


*Matéria publicada originalmente no Portal Poder

Nenhum comentário