últimas

Inquérito investiga suspeita de favorecimento em pregão do TJAM



O Ministério Público do Amazonas (MPAM) instaurou um inquérito civil para apurar possíveis irregularidades no pregão presencial nº 018/2019, realizado pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM). Há suspeita de favorecimento da WT Construções e Comércio LTDA.

Conforme o documento assinado pela promotora Wandete de Oliveira, o pregão foi motivado pela necessidade de contratação de uma empresa especializada na prestação de serviços comuns de engenharia sob demanda, com fornecimento de materiais, equipamentos, mão de obra e acessórios variados.

Para instaurar o inquérito, a promotora adotou medidas administrativas e judiciais previstas em Lei para a defesa e proteção do patrimônio público e dos princípios constitucionais que regem a administração pública.

Empresa

Em pesquisa realizada pela reportagem do O Poder junto a Receita Federal, consta que a empresa é especializada em construção de edifícios e fica situada no bairro Aleixo, Zona Centro-Sul de Manaus. Atuante no mercado desde 2005, a empresa conta com capital de R$ 900 mil e tem como proprietários William Farias Sabba e William Felipe Domingos Sabba.

Outro lado

Houve um contato da reportagem do portal O Poder junto à assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça, que pediu mais prazo para responder aos questionamentos, levando em consideração os tramites da própria Corte. A matéria poderá ser atualizada.


Fonte: Portal O Poder https://portalopoder.com/2021/06/23/inquerito-investiga-suspeita-de-favorecimento-em-pregao-do-tjam/

Nenhum comentário