últimas

Susam amplia em 75% o número de leitos de unidade semi-intensiva no Icam


A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) ampliou em 75% o número de leitos da Unidade Semi-Intensiva no Instituto de Saúde da Criança do Amazonas (Icam). Com o investimento, o total de leitos subiu de quatro para sete. Equipados com suporte avançado de vida, os novos leitos irão atender bebês com doenças crônicas.


A inauguração dos leitos ocorreu nesta terça-feira (11/08). O objetivo, conforme o secretário executivo de Atenção Especializada da Capital (SEA-Capital) da Susam, Thales Schincariol, é aumentar o número de leitos de retaguarda para as maternidades.


 “A inauguração dessa Semi-Intensiva que vai nos ajudar a desafogar das maternidades aqueles pacientes recém nascidos crônicos que já saíram da idade de estar na maternidade, que eles possam ser acolhidos aqui, tratados e preparados para retornar ao seu ao seu domicílio junto aos seus familiares”, disse o secretário. 


Na ala foram instalados respiradores, bombas de infusão, monitores multiparamétricos e todo o equipamento necessário para o suporte avançado de vida.


Força-tarefa - De acordo com a diretora do Icam, Ana Cristina Oliveira, o papel da equipe na semi-intensiva é receber, tratar e possibilitar a desospitalização de pacientes crônicos, sobretudo as crianças com neuropatia.  


“Só esse ano nós já conseguimos mandar três para casa. Então assim, é uma força tarefa tanto da Secretaria do Estado junto com a equipe do Icam, os médicos, os enfermeiros, fonoaudiólogos o psicólogo, fisioterapeuta que é fundamental, então toda a equipe vem trabalhando pra poder dar o melhor pra essas crianças”, ressaltou a diretora sobre o trabalho da equipe.


A unidade também está em processo para a ampliação da oferta de leitos infanto-juvenis. Ao todo outros cinco leitos de enfermaria serão criados para atender adolescentes com idade entre 8 e 16 anos e 11 meses, completando 10 leitos na unidade com esse perfil de atendimento.


Desospitalização - Nesta terça, mais uma criança que estava internada na ala Semi-Intensiva recebeu alta médica para continuar o acompanhamento médico em casa, com o auxílio da equipe multiprofissional do Programa Melhor em Casa.


O pequeno Daniel Viana, de apenas 1 e 8 meses deixou pela primeira vez o hospital ao lado da mãe,  ngela Viana. “A gente vai vencer cada batalha que vier. Então assim, só gratidão a Deus por tudo que a gente passou, por toda a luta, por tudo mesmo. Eu tenho que agradecer a Deus e a equipe do Icam também que são maravilhosos, uma segunda família pro meu filho”, finalizou ela emocionada.


Sonoras: secretário executivo de Atenção Especializada da Capital (SEA-Capital) da Susam, Thales Schincariol; diretora do Icam, Ana Cristina Oliveira; mãe do Daniel,  ngela Viana. 


Imagens: Rodrigo Santos/Susam. 


Mais informações: Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Saúde (Susam): Martha Bernardo (98151-4487) e Paulo Bahia (98154-2531). Email: comunicacao@saude.am.gov.br.

Nenhum comentário