últimas

Belarmino Lins apela para que DPE e ANAC notifiquem Passaredo por maus serviços à Carauari e Eirunepé

Em Moção de Apelo apresentada ao plenário da Assembleia Legislativa (Aleam), na manhã desta quarta-feira (9), o deputado Belarmino Lins (Progressistas) pediu que a Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) e a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) notifiquem a Passaredo Linhas Aéreas em razão dos péssimos serviços da empresa aos municípios de Carauari e Eirunepé, no Alto Juruá, no Estado do Amazonas.


Com base em informações e protestos de líderes políticos e cidadãos residentes nos dois municípios, o parlamentar afirma serem “péssimos e absurdos” os serviços da empresa à população de Carauari e Eirunepé, causando revolta. 


“Sabe-se que 120 pessoas foram retidas em Manaus por culpa do cancelamento de voos da empresa com destino a Carauari desde o dia 29 de janeiro, pessoas que adquiriram passagens e que, sem as devidas explicações, foram obrigadas a permanecer na capital do Estado entregues à própria sorte”, ressalta Belarmino na Moção. A empresa assumiu as despesas com hospedagem e alimentação aos passageiros, mas não prestou nenhuma informação oficial sobre os motivos que causaram o cancelamento dos voos.


“O pior de tudo é que a sede da empresa fica localizada na cidade paulista de Ribeirão Preto, o que dificulta qualquer ação para se buscar esclarecimento acerca dos voos cancelados. Enquanto isso, homens, mulheres e crianças sofrem com o absurdo, incluindo um cidadão, pai de família, que veio a Manaus se submeter a um processo cirúrgico e precisa retornar à Carauari”, diz o líder do PP na Aleam.


Com relação a Eirunepé, o quadro de protestos contra a Passaredo não é diferente, com a população reclamando do atraso de voos reiteradamente, afirma Belarmino. 


“Por isso, a nossa Moção de Apelo ao Defensor Público Geral Ricardo Paiva e ao Diretor-Presidente da ANAC Juliano  Alcântara Noman para que notifiquem a Passaredo Linhas Aéreas, antiga MAP, e, de acordo com a gravidade das infrações cometidas, obriguem a empresa a responder pelo constrangimento e prejuízos materiais e morais de 120 cidadãos atingidos em sua dignidade em Carauari e por muitos outros igualmente vítimas dos maus serviços da empresa em Eirunepé”, destaca o parlamentar.


Deputado Estadual Belarmino Lins – PP

Assessoria de Imprensa – 99223 6343

Nenhum comentário